Secretaria de Saúde de Sorriso-MT descarta que homem tenha morrido por suspeita de coronavírus

O usuário não se enquadrou no protocolo de síndrome respiratória do Ministério da Saúde
A Secretaria Municipal de Saúde descartou, nesta manhã, que a morte de Nilton da Silva Menezes, 46 anos, tenha ocorrido em decorrência do coronavírus. A causa do falecimento, porém, não foi informada.
O homem foi encontrado morto na casa dele, situada na rua Santo Agostinho, no bairro São Matheus, em Sorriso, na tarde de ontem.
Segundo informações, na noite de terça-feira (24), Nilton foi levado por um vizinho à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após sentir falta de ar e dores no peito.
Nilton era fumante. Ele foi atendido e liberado para casa três horas após ser avaliado por um médico, submetido a exame e medicado, segundo a Secretaria de Saúde.
Questionada se será apurada eventual negligência médica, a Secretaria informou, por meio da assessoria, que “todo o protocolo de atendimento foi realizado, inclusive com exames de eletrocardiograma”.

Veja a nota enviada pela Secretaria na íntegra:

A Secretaria de Saúde e Saneamento informa que o senhor, de 46 anos, que faleceu, havia procurado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na noite de terça-feira (24), queixando de dor, falta de ar e crise de ansiedade. Ele foi atendido, avaliado por um médico, passou por exame de eletrocardiograma e foi medicado. Ele ficou em observação na UPA por cerca de 3h, depois foi reavaliado, e apresentava melhora dos sintomas queixados inicialmente. Com isso, foi orientado referente aos cuidados e as queixas que antes apresentava.
O usuário não se enquadra no protocolo de síndrome respiratória do Ministério da Saúde, por isso é descartada a possibilidade de infecção do coronavírus.

Texto: Luana Rodrigues/Portal Sorriso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *